O Inferno Ostentação do Vacilante

27 . 07 . 2016

Faz tempo que eu não recomendo coisas legais por aqui, gostaria de me redimir com uma coisa massa. Aí que, num domingo desses, fui ver a mostra Inferno Ostentação, do Vacilante. Graças a Igor, temos fotos boas para mostrar e olha: vá ver.

Dona Lindu-22

Vacilante é o nome do projeto coletivo de criação em pintura formado por Heitor Pontes, Alexandre Pons, Rafael Ziegelmaier e Luciano Mattos, caras que se conhecem há um tempo e compartilhavam essa vontade de criar. Pra entender como é inspirador o trabalho dos meninos, troquei uma ideia com Heitor. Deixo aqui algumas palavras dele:

“Tudo começou com a ideia de tirar um dia para pintar. Começamos na casa de Rafa e depois passamos para um apartamento incrível na rua da aurora. Esticávamos uma tela grande e usávamos tudo que tinha na frente, não muito diferente do que é hoje: sprays, tintas acrílicas, óleo, colagens, stencils, sobreposição, camadas de pintura. Esse processo foi acontecendo sem imposição e o estilo vacilante é muito despretensioso. Não esperamos fama nem dinheiro, só queremos criar independente da plataforma. Já estamos juntos há três anos e criamos além dos quadros que estão expostos. Um dos trabalhos foi a programação visual para o documentário “Chico Science – Caranguejo Elétrico

Dona Lindu-24

Eu passei um bom tempo por lá. O massa de uma exposição gratuita e aberta num lugar como a Galeria Janete Costa é que você vai encontrar várias reações peculiares à arte. Tinha gente como eu, admirando uma tela por vários minutos, gente achando tudo uma bagunça, gente que dava agonia quase encostando no quadro só pra tirar uma foto, sem nem olhar direito, gente achando tudo “muito do caralho”. Tinha até apresentação de dança rolando, vejam vocês. Um espaço democrático de verdade :)

Dona Lindu-18

Até perguntei pra Heitor o que ele achava desse lance de expor ali e se o nome da mostra poderia incomodar, causar um tipo de inquietação ou estranhamento nas pessoas. “Não sei se o vacilo veio pra incomodar, talvez pra pensar sobre. Muitas pessoas vieram nos perguntar o por quê de inferno, se estava tudo bem com a gente, pensavam que estávamos carregados. Realmente, somos carregados e todo nosso descarrego está nas obras, nossa catarse, nossos excessos, acúmulos. Não pretendemos chocar. Tirar do lugar comum, sim. O inferno que estamos trazendo é o inferno que criamos, que ostentamos com o consumo, com o ego, apegos.”

Fera, né? As 45 telas da exposição já receberam mais de 3 mil visitantes e ficam na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu.  A exibição ia rolar até o final do mês mas foi prorrogada até o dia 14 de agosto. Quarta à sexta-feira, das 12h às 20h; Sábados e Domingos, das 14h às 20h. A entrada é gratuita.

Para saber mais sobre o Vacilante é só olhar o site deles.

E obrigada, Heitor, por toda inspiração e atenção. :)

Dona Lindu-20

-    , , , ,  -


Eu não aguento mais uma dança

25 . 07 . 2016

Vou me empenhar para tentar começar – mais uma vez – uma série aleatória de posts. Já tentei surra de links, já tentei projeto pra ver todos os filmes de um ator – dito cujo que nem curto muito atualmente – e agora eu estou numa nova empreitada.

Vamos falar sobre a música grude do momento.

Eu espero que postando One Dance, do Drake, alguém pegue o vício e ele saia de mim. Obrigada.

Mas o Drake, aaaah, o Drake. Pode continuar sendo lindo que eu aguento.

Gif: Buzzfeed

-    , , ,  -


Como eu cheguei até o status noiva #2

22 . 07 . 2016

Deixe-me falar um pouco mais sobre o casamento. Porque eu cheguei aqui no começo do ano tascando a bomba do status noiva e sumi.

Bom, é isso. Pra começo de conversa, eu e Igor estamos noivos. Como boa apaixonada pelos rituais da vida, seja aniversário, carnaval, são joão, formatura e tudo mais, é realmente emocionante ter um ~período preparatório~ para o casamento. Ainda assim, não consigo deixar de achar engraçado esse lance do nome noiva. Nem é tão bonito, nem combina comigo, nem Igor me chama de noiva ahaha. Mas que significa, significa um monte. Pode crer.

Do nosso amor, só nós dois sabemos. Ele transborda, as pessoas sentem, percebem mas, na real, só a gente sabe o que é. E depois de quatro anos e quatro meses juntos (completaremos cinco anos um dia antes da comemoração) vamos aproveitar mais essa etapa da vida com festa e gente querida. Essa coisa de oficializar nosso novo lar, nossa vida juntos, é um jeito massa de registrar uma coisa tão importante pra gente.

primeira viagem com aliança no dedo. <3

primeira viagem com aliança no dedo. <3

E esse amor e a amizade que a gente tem são as coisas que seguram as barras do processo porque, olhe, como é complicado organizar uma festa de casamento. Como. é. complicado.

Eu preciso desabafar um pouco.

Casar custa. Se você resolve fazer festa ou não, grande ou não, custa. E por mais simples que seja, não é de graça, não sai barato. Eu tenho plena consciência que todos os conselhos que escutei sobre o dinheiro que eu ia gastar na festa eram baseados no senso comum, mas eu sempre soube que ia depender dos nossos gostos. Eu e Igor somos duas pessoas sem muitos pra-quê-isso, mas existem sim os “tem que ter”. É aí que mora o problema.

No meu caso, descobri que eu estava fora da realidade. De um jeito ok, daqueles que com um esforço a mais e muita ajuda braçal dos amigos e da família a gente consegue (mesmo com o orçamento saindo o dobro do que se imaginava no início, RISOS). Mas, surpreendentemente, eu tô tranquila sobre a festa que estamos planejando e confiante de que vai ficar como queremos. Sem muita neura, só com aquele cagaço envolvido no processo, coisa normal quando se trata de uma pessoa altamente ansiosa e medrosa como eu.

É ter fé, trabalhar e fazer as coisas de peito aberto, cabeça aberta. Ouvindo os conselhos e absorvendo só o que importa. Tem um trocentos de coisas chatas que acontecem, mas vamo que vamo. O que não é do bem e nem vai fazer bem entra por um ouvido, sai pelo outro.

E tô curtindo organizar. Se não existisse o peso do dinheiro, tudo seria muito fácil haha.  Eu vou tentar compartilhar mais dessa jornada por aqui. Acho que seria um diário de noiva, no mínimo, diferente. :)

-    ,  -


Bota essa p* pra funcionar

21 . 07 . 2016

Mais clássico que esse vídeo, só eu inventando de fazer layout novo para voltar a postar com regularidade.

Regularidade que, se durar mais do que seis meses, é sinal de que agora vai.

Aos que estão chegando e aos veteranos, aviso logo que consegui fazer uma boa quantidade de posts que estão agendados, e isso é um milagre. Enquanto eles não entram, sintam-se livres pra dar uma volta pelos posts antigos. Garanto ao menos umas boas risadas ou momentos de drama intenso. :P

Bora nessa? :-)

-      -