Todos os posts de Check-in

O Inferno Ostentação do Vacilante

27 . 07 . 2016

Faz tempo que eu não recomendo coisas legais por aqui, gostaria de me redimir com uma coisa massa. Aí que, num domingo desses, fui ver a mostra Inferno Ostentação, do Vacilante. Graças a Igor, temos fotos boas para mostrar e olha: vá ver.

Dona Lindu-22

Vacilante é o nome do projeto coletivo de criação em pintura formado por Heitor Pontes, Alexandre Pons, Rafael Ziegelmaier e Luciano Mattos, caras que se conhecem há um tempo e compartilhavam essa vontade de criar. Pra entender como é inspirador o trabalho dos meninos, troquei uma ideia com Heitor. Deixo aqui algumas palavras dele:

“Tudo começou com a ideia de tirar um dia para pintar. Começamos na casa de Rafa e depois passamos para um apartamento incrível na rua da aurora. Esticávamos uma tela grande e usávamos tudo que tinha na frente, não muito diferente do que é hoje: sprays, tintas acrílicas, óleo, colagens, stencils, sobreposição, camadas de pintura. Esse processo foi acontecendo sem imposição e o estilo vacilante é muito despretensioso. Não esperamos fama nem dinheiro, só queremos criar independente da plataforma. Já estamos juntos há três anos e criamos além dos quadros que estão expostos. Um dos trabalhos foi a programação visual para o documentário “Chico Science – Caranguejo Elétrico

Dona Lindu-24

Eu passei um bom tempo por lá. O massa de uma exposição gratuita e aberta num lugar como a Galeria Janete Costa é que você vai encontrar várias reações peculiares à arte. Tinha gente como eu, admirando uma tela por vários minutos, gente achando tudo uma bagunça, gente que dava agonia quase encostando no quadro só pra tirar uma foto, sem nem olhar direito, gente achando tudo “muito do caralho”. Tinha até apresentação de dança rolando, vejam vocês. Um espaço democrático de verdade :)

Dona Lindu-18

Até perguntei pra Heitor o que ele achava desse lance de expor ali e se o nome da mostra poderia incomodar, causar um tipo de inquietação ou estranhamento nas pessoas. “Não sei se o vacilo veio pra incomodar, talvez pra pensar sobre. Muitas pessoas vieram nos perguntar o por quê de inferno, se estava tudo bem com a gente, pensavam que estávamos carregados. Realmente, somos carregados e todo nosso descarrego está nas obras, nossa catarse, nossos excessos, acúmulos. Não pretendemos chocar. Tirar do lugar comum, sim. O inferno que estamos trazendo é o inferno que criamos, que ostentamos com o consumo, com o ego, apegos.”

Fera, né? As 45 telas da exposição já receberam mais de 3 mil visitantes e ficam na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu.  A exibição ia rolar até o final do mês mas foi prorrogada até o dia 14 de agosto. Quarta à sexta-feira, das 12h às 20h; Sábados e Domingos, das 14h às 20h. A entrada é gratuita.

Para saber mais sobre o Vacilante é só olhar o site deles.

E obrigada, Heitor, por toda inspiração e atenção. :)

Dona Lindu-20

-    , , , ,  -


Cais do Sertão

15 . 04 . 2015

s

via: Agenda Cultural do Recife

Eu tô com tanto post de passeio e viagem no rascunho pra fazer, a maioria do ano passado, que dá até vergonha. Eliminando pendências e sempre fora de ordem, cá estou pra mostrar um pouco do Cais do Sertão.

Eu sei, se você mora aqui no Recife, ou já foi ou já viu fotos ou as duas coisas. Mas não custa repetir: lá é incrível. Um dos lugares mais legais da cidade e certamente divide o posto de museu mais foda com o Paço do Frevo. Eu não tenho certeza, mas parece que o Cais ainda vai crescer, tem muita área e coisa pra acrescentar naquele espaço (pelo lado de fora, dá pra ter uma noção). Mas, o que a gente vê hoje já vale demais.

Eu recomendo que você vá com tempo. O pessoal que trabalha no lugar, na grande maioria, faz de tudo pra você se sentir a vontade e pra te explicar o lugar. Logo no início, assistimos um pequeno filme de introdução, lindo, mostrando o povo sertanejo. A partir dessa experiência fica muito mais emocionante passear e descobrir. Tem muito pra ver. Desde a casa típica do povo do interior (lembrei da casinha de uma prima do meu avô, lá em Bezerros), passando pelo Rio São Francisco representado no chão, pelas experiências em áudio e vídeo, até chegar no Túnel do Capeta, o clichezão azul das fotos. No primeiro andar, mais música, mais Luiz Gonzaga e mais história pra contar.

Eu não quero me estender muito, quero que você vá. É um desses lugares que você é obrigado (a), sim, a visitar. Sendo de Pernambuco, do Nordeste, do Brasil. A gente tem um problema sério pra se conectar com a nossa cultura, e o Cais dá uma reforçada nessa identificação ♥

Agora fotos, claro.

cais (1)

cais (2)

cais (4)

cais (3)

cais (7)

cais (10)

cais (8)

cais (6)

cais (9)

cais (5)

Serviço:
Cais do Sertão
(81) 3089.2974
Av. Alfredo Lisboa, s/n, Bairro do Recife

Entrada: R$ 8 / R$ 4 (meia)
Ter – das 9 às 21h
Qua-Sex – das 9h às 17h
Sáb – das 13h às 19h
Dom – das 11h às 19h
Fecha às segundas. Na terça a entrada é gratuita.

Fotos: uma boa metade de Igor Pimentel

-    , , , , , , ,  -


Vic’s Hot Dog Gourmet

24 . 11 . 2014

Tá pouco de post comilança aqui, se uma das coisas que eu mais faço é comer. O negócio é que na maioria das vezes eu simplesmente esqueço de tirar foto, e fica difícil falar de comida sem mostrar. Dessa vez eu lembrei :)

Num desses maravilhosos domingos de preguiça e fome, resolvi experimentar mais um exemplar da ~gastrô gourmet~ que é hype aqui no Recife. Que fique claro que não acho ruim, mas às vezes parece um recurso pra deixar as coisas mais caras, né? Bom, no Vic’s Hot Dog não, porque o preço não é um abuso se comparado a outros cantos pra comer por aqui.

A lanchonete fica nas Graças, numa rua entre a Rosa e Silva e a Rua do Futuro. É fácil de achar, é bonitinho e agradável. Eu e o namorado chegamos umas 19h, o que é cedo pra um domingo e vai ver por isso tava tão vazio. Pedi um Vic’s Gourmet porque tinha gorgonzola, meu critério de escolha em cardápios basicamente se baseia pela presença ou não desse queijo. Esse é o nível de maturidade do meu paladar.

Peguei esse abridor de sachê e trouxe pra casa, claro
(Peguei esse abridor de sachê e trouxe pra casa, claro)

2014-11-02 17.55.20

Odeio me melar toda com Subway e afins, por isso achei genial esse negócio de luvinha de plástico. Como Igor quis o mesmo cachorro, a gente pegou esse aí grandão e dividimos. Acabamos desistindo de pedir mais um porque eu estava com peso na consciência, aí fico devendo uma volta lá pra provar outros sabores, já que o cardápio tem mais opções interessantes. A escolha foi boa, o queijo maçaricado tava massa (como qualquer coisa maçaridada), mas acho que poderia ter rolado mais generosidade na presença da gorgonzola. Também gostaria de ter comido um pão mais quentinho. Achei os R$ 20,80 um  preço justo pelos 30cm de pão e pelas batatas fritas (essas sim, quentes), levando em conta também o ambiente e tudo mais. Voltarei lá numa boa.

Mas aqui pra nós? Nada supera o cachorro-quente-de-esquina-prensadinho-com-purê que comi em Sampa na última viagem. Desse eu não tirei foto e ainda comi dois :P

-    , ,  -


Paço do Frevo

20 . 03 . 2014

Terça-feira eu tinha umas coisas pra resolver no Recife Antigo, aí resolvi entrar no Paço do Frevo. Pra quem ainda não conhece, o espaço fica na Praça do Arsenal. É lindo. São exposições sobre a história do frevo e do carnaval pernambucano, com personagens, depoimentos, objetos…é uma imersão na cultura maravilhosa que a gente tem. Eu passei mais tempo no terceiro andar, porque adorei o piso cheio de estandartes e o Glossário. A sala com a linha do tempo e as paredes todas riscadas de giz também é incrível.

2014-03-18 16.17.47

Nas paredes, nomes dos personagens do carnaval


2014-03-18 16.21.53

2014-03-18 16.42.48

 

2014-03-18 16.44.23

2014-03-18 16.37.08

Sala “Bajado”. Se liga que tem uma área escondida! Esqueci de tirar foto :(

2014-03-18 16.33.40

2014-03-18 16.32.09

2014-03-18 16.26.49

2014-03-18 16.40.55

2014-03-18 16.36.12

Vá. E vá com tempo, tem muito pra ler, ouvir e olhar. Também vale a pena conferir a programação de atividades por lá, você pode aproveitar um dia com apresentações de artistas locais, além de fazer um dos cursos disponíveis. Já penso em ir no domingo, dia 30, porque vai rolar um Arrastão do Frevo <3

Serviço:
Paço do Frevo
(81) 3355-9500
Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife

Entrada: R$ 6 / R$ 3 (meia)
Ter/Qua/Sex – das 9h às 18h
Qui – das 9h às 21h
Sab/Dom – das 12h às 19h
Fecha às segundas. Na terça a entrada é gratuita.

-    , , , , , , ,  -