Todos os posts de Viagem

Vídeo: San Pedro de Atacama e Salar de Uyuni

04 . 05 . 2015

salar_uyuni_atacama_video

Sempre digo que sei me expressar melhor escrevendo. Acho que sempre foi assim. Não que eu ache que eu escreva maravilhosamente bem – até porque, quanto mais eu leio pessoas incríveis, mais sei que tenho que rodar muito até conseguir escrever um livro. Enfim, isso tudo é pra dizer que, apesar de me dar bem com palavras pra contar coisas da vida, eu ainda não consegui escrever sobre o mochilão do ano passado.

Eu tenho uma “lista” de posts pronta. Tenho fotos separadas. Tenho um diário da viagem com anotações e várias lembranças guardadas. Mesmo com tudo isso, simplesmente não consigo sentar na frente do computador e escrever sobre. É um saco porque eu me cobro, as pessoas me cobram, e não sai. Tô empacada nisso faz um tempão.

Só que, na semana passada, Igor criou vergonha na cara antes de mim e soltou um vídeo lindo só com imagens de uma das partes mais encantadas do nosso roteiro: San Pedro de Atacama (Chile) e Salar de Uyuni (Bolívia). Já assisti mil vezes e sinto tanta coisa que nem consigo explicar, mas me fez ter gás pra escrever alguns rascunhos. Quero mesmo contar, porque eu acho que todo mundo deveria fazer essa viagem, na moral ♥

Por enquanto, tem essa coisa linda pra se ver:

-    , , , , , , ,  -


O cenário é esse:

21 . 11 . 2014

IMG_0486.JPG

Rio. Finalmente, tô no Rio. Cheguei aqui ontem e só fico até domingo, mas essa cidade é amor demais, obviamente já apaixonada. Eu tinha que postar essa foto aqui, porque são simplesmente 18h aqui e o sol tá incrível. Acho que post sobre essa terra maravilhosa sai antes da famigerada série sobre o mochilão, pois haja trabalho e foto.

Enquanto isso, tô ali no Instagram me amostrando.

-      -


Waska Tatay: fotos de rituais bolivianos

29 . 07 . 2014

waska_tatay1

Dos lugares que vou conhecer esse ano, certamente a Bolívia é o que causa maior estranheza pras pessoas. Quando eu explico o roteiro, pensam que o país é um mero acaso, um ~pedaço~ entre os incríveis Chile e Peru. Aí eu digo: não, não é. A Bolívia tem paisagens encantadoras, como o Salar de Uyuni, o Lago Titicaca e a Isla del Sol. Além de uma cultura bem forte e diferente da nossa.

Sabendo dessa força cultural, Thomas Rousset e Raphaël Verona viajaram para a região do Altiplano para conhecer feiticeiros e curandeiros aymaras. O resultado desse encontro com rituais pagãos e com a mitologia local é o projeto Waska Tatay, publicado recentemente. Olha só essas fotos:

waska_tatay2

waska_tatay3

waska_tatay4

waska_tatay5

waska_tatay6

waska_tatay7

waska_tatay8

Aqui tem uma entrevista (em inglês) massa com a dupla, que fala sobre o projeto, a Cultura Aymara, os rituais e a posição dos jovens nesses eventos tradicionais.

E cara, faltam 32 dias pra embarcar! :-O

-    , , , ,  -


Cinquenta e nove

03 . 07 . 2014

Ontem, faltavam sessenta dias redondinhos para viajar. Hoje, parece que tudo mudou. O tempo vai diminuindo, a ansiedade aumenta e a lista de coisas pra resolver parece não acabar nunca. É tão acalentador ver que você já fez tanto, juntou tanto, pensou tanto e conseguiu chegar até aqui com os pés no chão e cheia de possibilidades, feliz. Mas dá medo.

Agora dá medo de imprevistos, de esquecer alguma coisa, de não aguentar o tranco do frio, da altitude e do tempo seco. Dá medo de não conseguir reservar passeios — bicho, ainda falta finalizar o roteiro! — e de passar perrengue. Preocupações que tavam demorando a aparecer. Que vão e voltam.

É você deitar pra dormir e lembrar que falta comprar uma roupa apropriada. É decidir mudar o roteiro enquanto toma banho. É mandar mensagem de duas da manhã pro seu amigo pedindo dicas, socorro e conselhos sentimentais.

E a parte mais massa desse período pré viagem é a euforia, o amor e o carinho que se cria pelos lugares que ainda não conhece. É já se ver sentada numa praça, tomando banho num lago, colocando os pés no Pacífico, admirando vulcões, cutucando lhamas, superando limites. Cinquenta e nove dias, pô. Apenas isso. Fico aqui olhando fotos de outros viajantes, lendo relatos, procurando  experiências alheias, sonhando com as minhas, com o que vai voltar na bagagem.

Agoniada e apaixonada, é isso. Antes, tava comendo-quieta, sem espalhar a novidade, mas agora eu não consigo mais deixar tudo em off: quero mesmo que todo mundo veja o quanto eu tô feliz. É a primeira grande aventura, caras. Não acho que vale a pena encher a viagem de expectativas, tipo achar que ela vai mudar sua vida ou personalidade (até porque isso é de dentro pra fora), mas imagino o tanto de coisa que vou aprender em setembro. Vai ser lindo.

Alô Chile, Bolívia e Peru: chego já! :)

coisa linda <3

<3

-    , , , ,  -