Tudo sobre Arte

O Inferno Ostentação do Vacilante

27 . 07 . 2016

Faz tempo que eu não recomendo coisas legais por aqui, gostaria de me redimir com uma coisa massa. Aí que, num domingo desses, fui ver a mostra Inferno Ostentação, do Vacilante. Graças a Igor, temos fotos boas para mostrar e olha: vá ver.

Dona Lindu-22

Vacilante é o nome do projeto coletivo de criação em pintura formado por Heitor Pontes, Alexandre Pons, Rafael Ziegelmaier e Luciano Mattos, caras que se conhecem há um tempo e compartilhavam essa vontade de criar. Pra entender como é inspirador o trabalho dos meninos, troquei uma ideia com Heitor. Deixo aqui algumas palavras dele:

“Tudo começou com a ideia de tirar um dia para pintar. Começamos na casa de Rafa e depois passamos para um apartamento incrível na rua da aurora. Esticávamos uma tela grande e usávamos tudo que tinha na frente, não muito diferente do que é hoje: sprays, tintas acrílicas, óleo, colagens, stencils, sobreposição, camadas de pintura. Esse processo foi acontecendo sem imposição e o estilo vacilante é muito despretensioso. Não esperamos fama nem dinheiro, só queremos criar independente da plataforma. Já estamos juntos há três anos e criamos além dos quadros que estão expostos. Um dos trabalhos foi a programação visual para o documentário “Chico Science – Caranguejo Elétrico

Dona Lindu-24

Eu passei um bom tempo por lá. O massa de uma exposição gratuita e aberta num lugar como a Galeria Janete Costa é que você vai encontrar várias reações peculiares à arte. Tinha gente como eu, admirando uma tela por vários minutos, gente achando tudo uma bagunça, gente que dava agonia quase encostando no quadro só pra tirar uma foto, sem nem olhar direito, gente achando tudo “muito do caralho”. Tinha até apresentação de dança rolando, vejam vocês. Um espaço democrático de verdade :)

Dona Lindu-18

Até perguntei pra Heitor o que ele achava desse lance de expor ali e se o nome da mostra poderia incomodar, causar um tipo de inquietação ou estranhamento nas pessoas. “Não sei se o vacilo veio pra incomodar, talvez pra pensar sobre. Muitas pessoas vieram nos perguntar o por quê de inferno, se estava tudo bem com a gente, pensavam que estávamos carregados. Realmente, somos carregados e todo nosso descarrego está nas obras, nossa catarse, nossos excessos, acúmulos. Não pretendemos chocar. Tirar do lugar comum, sim. O inferno que estamos trazendo é o inferno que criamos, que ostentamos com o consumo, com o ego, apegos.”

Fera, né? As 45 telas da exposição já receberam mais de 3 mil visitantes e ficam na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu.  A exibição ia rolar até o final do mês mas foi prorrogada até o dia 14 de agosto. Quarta à sexta-feira, das 12h às 20h; Sábados e Domingos, das 14h às 20h. A entrada é gratuita.

Para saber mais sobre o Vacilante é só olhar o site deles.

E obrigada, Heitor, por toda inspiração e atenção. :)

Dona Lindu-20

-    , , , ,  -


O que não apareceu na capa do álbum: versão divas

27 . 04 . 2015

Um tempo atrás, postei aqui sobre o The Bigger Picture, um projeto que mostrava uma “ideia” do que ficava de fora da imagem de uma capa de álbum. Um trabalho danado de uma agência de design e que eu achei massa. Agora, um designer resolveu juntar capas de álbum de atrizes e cantoras do mundo pop com pinturas antigas, mulheres com roupas de época e coisas do tipo. Mais do mesmo, só que legal :)

the_bigger_picture_divas (1)

the_bigger_picture_divas (2)

the_bigger_picture_divas (3)

the_bigger_picture_divas (4)

the_bigger_picture_divas (5)

Mais aqui.

-    , , , , , , , ,  -


The bigger picture: o que não apareceu na capa do álbum

11 . 11 . 2014

A galera de uma agência de design resolveu fazer uma  ~crítica~ aos dias de hoje, onde a gente pouco se importa em comprar um cd ou a valorizar uma boa capa, porque “tudo é digital”. Entendo o sentimento e sinto saudades do tempo em que entrava nas americanas pra procurar as promoções e lançamentos. Na verdade, nem. Mentira. Acho que ninguém sente. Vida longa ao Spotify :P

De qualquer forma, a intenção é bem válida. Eles criaram o projeto “The Bigger Picture”, uma série de imagens engraçadas/sarcásticas que mostram o que teria ficado de fora de algumas dessas covers famosas. Achei massa:

the_bigger_pic (2)

the_bigger_pic (1)

the_bigger_pic (5)

the_bigger_pic (4)

the_bigger_pic (3)

ahaha <3

Mais aqui.

-    , , ,  -


Princesas Disney recriadas em etnias diferentes

19 . 05 . 2014

Para os desavisados, eu amo os desenhos da Disney, principalmente os old school com as princesas tradicionais. Por isso, sempre acho incrível o tanto de adaptação que os fãs talentosos criam por aí.

TT, de 23 anos, é uma artista-fã dessas. Seu feito mais recente foi modificar a cor da pele, estilo e cultura de Branca de Neve (não mais branca), Pocahontas, Bela e outras, transformando a etnia/raça delas na série Racebent Disney.

O massa é que o trabalho é super delicado e detalhista. E vendo o tanto de possibilidades que ela conseguiu mostrar, a Disney bem que poderia trazer princesas indianas, mexicanas, brasileiras pra gente, né? A Tiana já foi um avanço (mas o filme é fraquinho demais).

Olhaí:

Mégara

Mégara

Bela

Bela

Pocahontas

Pocahontas

Tiana

Tiana

Branca de Neve

Branca de Neve

Jasmine (e Simba <3)

Jasmine (e Simba <3)

Ariel

Ariel

Cinderela

Cinderela

Aurora

Aurora

Eu só senti falta de ver Mulan! haha

Via MMM

-    , , ,  -